• últimas resenhas •

19 de fevereiro de 2018

No meio do caminho.


Eu sei que muita gente conhece esse poema e que a maioria o acha sem nexo, engraçado e até idiota. Mas vale a reflexão. Se você parar para compreender o sentido de cada palavra acredito que poderá mudar de opinião. No começo é um pouco cansativo e confuso, mas dando tempo e espaço para a sua mente talvez conseguirá captar a mensagem que o grande Drummond teve a intenção de transmitir.
No meio do caminho tinha uma pedra
tinha uma pedra no meio do caminho
tinha uma pedra
no meio do caminho tinha uma pedra.
Nunca me esquecerei desse acontecimento
na vida de minhas retinas tão fatigadas.
Nunca me esquecerei que no meio do caminho
tinha uma pedra
tinha uma pedra no meio do caminho
no meio do caminho tinha uma pedra.

(Carlos Drummond de Andrade)

Nenhum comentário:

Postar um comentário