• últimas resenhas •

7 de fevereiro de 2018

O amor pelo cachorro


Hoje eu venho com um post diferente. Quem aqui não gosta de cachorro? Eu tenho paixão pelos animais. Eu sou louca pelos cachorros. Choro, fico triste, fico desesperada, rio, amo, dou carinho, dou atenção. Enfim, para mim uma vida sem cachorro não se completa, não é totalmente feliz. Mas isso é a minha opinião, ok? Se você não concorda com ela eu super entendo.

Bom, o post de hoje é para mostrar esse amor, esse sentimento lindo e puro para com os cachorros. Separei um texto do Bráulio Bessa (todo mundo o conhece, certo? Ele está sempre no programa da Fátima Bernardes. E cá para nós, ele sabe usar as palavras. Consegue transmitir o que estamos sentindo, o que já sentimos e, talvez, o que iremos sentir algum dia. Ele sabe nos tocar com os seus lindos poemas e nos fazer refletir.) sobre o amor para com os cachorros.

Aqui está:
Um cachorro não se importa com o valor do seu salário, não liga pra sua roupa, não tira extrato bancário, não sabe o que é dinheiro, viagens pro estrangeiro, nem quer morar em mansão, ele só quer o seu carinho e quem sabe um cantinho dentro do seu coração…
Eu nunca vi um cachorro desmatando uma floresta, maltratando seu planeta e pouco que lhe resta, não polui rio nem mar, nem tampouco vai marchar pra começar uma guerra, por dinheiro ambição, racismo, religião ou um pedaço de terra, duvido ter um cachorro envolvido em mensalão, se envolvendo em lava-jato ou latindo em delação, discursando numa praça contra sua própria raça, raciocine, eu lhe peço, não tem bicho investigado, muito menos condenado nos canis lá do congresso…
Sem diploma, sem estudo, é mestre professor da mais bela disciplina, a matéria do amor, e o homem mesmo estudado, vive sendo reprovado e não aprende a lição que é tão simples entender, basta a gente perceber, como é que vive um cão… uma vida que é tão breve, por isso talvez a pressa, a urgência de amar, já que amar é que interessa se doar sem querer troco, ser feliz mesmo com pouco, e a humanidade sofrendo, mesmo assim não compreende, peleja mas não aprende o que um cão nasce sabendo que amor tem 4 letras e por certo 4 patas, não diferencia ouro ou um pedaço de lata, não fala, não sabe ler, mas diz tudo pra você com o poder de um olhar, tão puro e tão leal, tem o dom especial de sempre nos perdoar..
Por isso que eu nunca vou entender a tamanha pretensão de um homem que se diz mais sabido que um cão, em nossa sociedade, infestada de vaidade e sentimentos banais, pro homem poder crescer precisaria nascer igualzinho aos animais.




O que acharam?

Um beijo,

Nenhum comentário:

Postar um comentário